Thursday, 2 July 2015

O que os amantes disseram

o que dissemos
o que não dissemos
o que não soubemos dizer
o que dissemos que não iríamos dizer e dissemos
Banhos de sol ao entardecer
cinema nas paredes
sombras que ganham contornos
O que é e o que não é
transparente
aparente.

Neste dia queremos correr 
para o mar
mergulhar
como se fosse no céu
gritamos:
- onde estás?
Não nos vemos.

Dêem-nos orações
uma chuva de orações
para entrarmos
neste mar,
corremos na areia
e temos sede
precisamos de água.

As sombras crescem
não nos vemos
gritamos:
- onde estás?
Já não nos vemos.

O sol foi-se
e é assim
que mergulhamos
no inferno.
Fado

não posso amar-te desculpa
não tenho dinheiro para ir de avião até Amã
não posso amar-te desculpa
podes pedir à tua mãe que tente ver o nosso futuro nas borras do café
mas não posso amar-te desculpa
desliga a tv
desliga o computador

eu tive um amante que sabia cantar
se eu morrer quero que cante para mim
se eu morrer ninguém tem culpa
além de mim

os amantes sonham encontros impossíveis
eles tentam
como anjos
viajar
sem passaporte

fazem planos
fazem contas

eu tive um amante que sabia cantar
se eu morrer quero que cante para mim
se eu morrer ninguém tem culpa
além de mim

Friday, 26 June 2015

Wadi Rum

Em Wadi Rum
com o meu amante árabe
sob o céu
imenso do deserto
o tamanho avassalador
do universo
numa perspectiva
transcendental.

Quero que se opere em mim
uma certa 
transformação.

Em Wadi Rum
sob o céu estrelado
a lua põe-se na areia do deserto.

Em Wadi Rum
com o meu amante árabe
quero ir ao fundo
mergulhar
nesse mar
estelar
cair de costas
na areia sempre quente e dizer
baixinho
que não tenho frio
que já não tenho frio
que nunca tive frio
e que nem aqui em Wadi Rum
embrulhada no meu amante árabe
tenho frio.

O silêncio é uma faca
que rasga a noite
a imensidão
transforma ansiedade em qualquer coisa
ridiculamente pequena.

Em Wadi Rum
não há maior centro comercial da Europa
maior estádio de futebol do mundo
maior bairro social da península ibérica
em Wadi Rum
o sangue escorre
e a fogueira queima menos
que esse céu
que te lembra
outras vidas
paralelas
que nunca mais se cruzarão contigo.

Em Wadi Rum
os amantes caiem
ajoelham-se
e
rasgam como facas
o silêncio da noite desértica.

Monday, 15 June 2015

picnic em Petra com o meu amante árabe

laranjas âmbares e uma mistura de ervas dentro de uma garrafa de água
de plástico
aqui não há romance
só o chão duro
do deserto
que queima
como fogo




Sunday, 14 June 2015

- os meus heróis!?

não os conhecerias

os meus amigos
são os meus heróis


Friday, 12 June 2015

quero ir ao fundo das coisas
ao fundo do mar
encontrar
nesse lugar
onde não há tempo
a magia
de mim mesma

"naquele tempo eu era muito má poeta
não sabia ir ao fundo das coisas" blaise cendrars